União Geral dos Trabalhadoresl Mande um email Colônia de Férias Subsedes Sede Central

CAMPANHA SALARIAL 2006

VITÓRIA DA CATEGORIA

Trabalhadores aprovam reajuste
de 4%, novos pisos salariais
e Plano de Saúde

Pedro e Chiquinho Pereira na Assembléia que finalizou a Campanha Salarial 2006 para a categoria

Foram muitas rodadas de negociação, mas chegamos ao fim de mais uma vitoriosa Campanha Salarial para os trabalhadores de nossa categoria. Os trabalhadores, reunidos em Assembléia Geral na sede do Sindicato, no último dia 17 de novembro, aprovaram a proposta de 4% de reajuste salarial, incluindo aumento real e Plano de Saúde para todos os cerca de 35 mil trabalhadores, com data-base em 1º de novembro, de São Paulo e da Grande São Paulo (exceto a região do ABC).

“Foi um acordo muito bom, pois, além de repor a inflação integral do período e conquistar aumento real, conseguimos vincular o Plano de Saúde ao aumento dos salários”, afirma Chiquinho Pereira, presidente do Sindicato dos Padeiros de São Paulo, acrescentando que o Plano de Saúde é “uma conquista de amplo alcance social, uma das mais importantes do Sindicato nos últimos anos”.

Mas outras conquistas também merecem destaque. Um exemplo é o aumento dos pisos salariais para R$ 580,00 (nas empresas com até 60 trabalhadores) e para R$ 626,38 (nas empresas com mais de 60 trabalhadores). Nossa categoria também estará sendo beneficiada no ano que vem com os pagamentos da Participação nos Lucros ou Resultados (PLR). Os valores serão repassados em duas parcelas (em abril e agosto de 2007), nos seguintes valores: R$ 85,00 (nas empresas com até 20 trabalhadores); R$ 115,00 (nas empresas com 21 até 35 trabalhadores); e R$ 165,00 (nas empresas com 36 ou mais trabalhadores).

O vice-presidente do Sindicato, Pedro Pereira, acrescenta que além destas conquistas, o Sindicato garantiu ainda, para toda a categoria, a manutenção das conquistas anteriores.

 

POR UM MÍNIMO MAIOR

Já estamos de novo na luta pelo aumento do salário mínimo e pela correção da tabela do Imposto de Renda. O Sindicato dos Padeiros participou dos atos em São Paulo e em Brasília para pressionar o Congresso e o governo Lula por uma permanente política de recuperação do salário mínimo como forma de promover distribuição de renda e justiça social no País. Página 2

 

A MASSA - Dezembro de 2006 - Pág 1 - Pág 2 - Pág 3 - Pág 4